sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Caminho de merda

Entrei em desespero pelo fato de que eu não consigo mais fazer uma dieta corretamente. Não é que eu coma muito, pelo contrário, eu não consigo comer. É muita comida para mim na dieta da Usp. Não dá para comer tres refeições diarias sem vomitar duas (pelo menos). Ontem fui tomar aquele iogurte com o cú na mão. Segurei-me para não ir ao banheiro vomitar, mas mesmo assim eu fui. Sem falar que eu não consigo tomar um café da manha sequer. É muita coisa pra mim! Café com bolacha cream craker? Sabem ha quanto tempo eu não comia uma bolacha? Meses!!! Presunto? Bahh Melhor nem comentar, por mais que eu goste de presunto.
Então é isso. Acho que eu desisto, porque fazer uma dieta vomitando tudo o que come não gera resultados. 
Isso parece drogas, um caminho vicioso e sem volta... 

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Iniciando a dieta da Usp

Bem, é isso aí. Vamos ver quanto eu emagreço em duas semanas de dieta. Vou fazer umas adaptações do tipo: me recuso a comer cenoura, então comerei pepino. Até agora, tudo bem. Fome controlada, chá verde no fogo e mãe ciente da dieta.

Eu me pesei... Graças aos céus estou com 61,9 kilos. Nada desesperador. Mesmo assim, fico pensando que já estaria com 58 kilos se não fosse a comilança da semana passada.

Vou fazer uns abdominais e uma corrida sem sair do lugar hoje, afinal, eu sou a preguiça em pessoa.

Ouvi minha mãe comentar que quer fazer salgados (coxinha e bolinho de queijo) para o fim do ano. Droga, queria me livrar da bulimia. Não tenho como, não sozinha. Mas ao mesmo tempo, me livrar para engordar? Nunca mesmo! Vou evitar comer ao máximo até o fim de dezembro. Quem sabe a culpa diminui...

domingo, 30 de novembro de 2014

Sob pressão...


- Se você não comer, vamos te levar ao hospital e dizer que você tem anorexia!

O momento mais marcante da minha vida foi esse. Horas após minha última postagem, meus pais sentaram comigo e proferiram essas palavras olhando no fundo dos meus olhos e pausadamente, como se eu fosse realmente uma doente mental. Nessa semana que se passou, celular e tablet foram proibidos (não sei porque, mas talvez eles desconfiaram de algo). Então eu pensei (e estava certa) que comendo por uma semana, eles esqueceriam. E esqueceram. Mas agora EU estou desesperada! Quem me conhece sabe que eu não tenho medo da balança, enfrento-a cara a cara. Só que agora eu não tenho coragem de subir nela. Devo ter engordado uns três kilos, afinal, comer arroz, feijão e doce todos os dias faz engordar sim! Eu tenho plena confiança e certeza de que engordei. Estou mal... muito mal... Essa semana será como nos velhos tempos. E no final eu me peso para ver o estrago...


Responderei aos comentários depois da Fuvest e irei passar no blog de todas ainda hoje. Minhas aulas acabaram! Finalmente! Tirei 9 no Tcc e terminei o ano sem recuperação!! Nessa semana revisei um ano inteiro se fisica, mas a confiança de uma boa nota hoje passa longe de mim. Deixei geografia e história muito a desejar... Mas é a vida, vou levando...

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Ossos inexistentes, desmaios cessados e feriado adorado!

Eu gostaria de poder dizer-lhes que milagrosamente perdi 2 kilos em quatro dias, mas esse acontecimento ainda não ocorreu. Então, contento-me em dizer-lhes que só perdi 500 gramas. Estou com 61,1 kilos. Mas já é alguma coisa, pois nesses dias eu comi e vomitei umas 200 vezes. Senti-me uma porca.

Depois de cair na frente da minha mãe, fui forçada a almoçar e jantar com eles nesses 3 ultimos dias. Hoje, me liberto dessa prisão. Voltei aos meus hábitos rotineiros, pois domingo é aniversário da mamis e eu farei uma torta de limão para ela. Provavelmente irei comer e vomitar, como sempre.

Quero agradecer-lhes pela preocupação! Amo vocês meus amigos e amigas! Também gostaria de fazer uma promessa a vocês. Se eu passar mais de dois meses sem postar algo, ou me internaram ou aconteceu algo pior (ou melhor), sei lá.

Minhas cintas modeladoras estão grandes para mim. Passei todas para mamãe. Meu uniforme da escola parece roupa de astronauta rsrs camisas largas e calça nada justa. Preciso me lembrar de só usar roupas largas, pois na segunda feira minha mãe disse que estou emagrecendo rapido demais (brincou, né?) e que ela estava reparando meus ossos com meu pai. Na boa, fui para o espelho e... cadê meus ossos? Que exagero!

Semana que vem é minha ultima semana de aula! Nem acredito que esses ultimos dias chegaram! E seja bem vindo, senhor feriado! 

sábado, 15 de novembro de 2014

Eis aqui uma postagem desconexa...

Subir e descer nove andares por dia deu resultados. Cheguei aos 61,6 kilos. Estou amando a vida de vegetariana, mas esses são momentos finais na vida mansa. Está chegando a hora de ser mais determinada, né? Quero aproveitar essas férias para emagrecer pelo menos uns dez kilos. Minha meta é acordar todos os dias às seis da manhã e dar voltas nos quarteiroes correndo, já que eu detesto correr na academia. Além de ficar confinada em um só lugar, os outros ficam te olhando e pensando: lá vem a gorda que quer emagrecer. Depois da prova da Fuvest vou começar a dieta da usp à risca (só me recuso a comer cenoura. Odeio cenoura). 

Ontem assisti o filme Pelo amor a Nancy. Voces ja assistiram? É sobre anorexia e mostra bem todo o drama da doença. Tem legendado (em espanhol) no You tube.

E finalmente meu TCC foi terminado! Segunda entregaremos o relatorio e daqui a duas semanas será a apresentação. Ja passei por tanta coisa nessa vida que nem fico mais nervosa antes desses momentos.

Continuo tendo meus apagões. Caí na aula de educação fisica e não foi nada legal. Alem dos labios cortados agora tenho um galo na testa. Mesmo assim, estou de NF hoje. Não como nada desde ontem às 22h (no momento são 17h30). Pretendo continuar até quando der...

Ontem minha mãe fez bolinho de espinafre. Tive que comer alguns, pensando em vomitá-los. Não o fiz pois meu pai entrou no banheiro para tomar banho. Na hora desesperei e tomei laxante, mas nem dor de barriga eu tive. Pela primeira vez os laxantes não funcionaram. Felizmente emagreci 300 gramas de ontem para hoje. Isso eu considero um milagre!


quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Acontecimentos ruins

62,1 kilos

Hoje ingeri 431 calorias aproximadamente. Forcei-me a comer justamente pelo fato de que me sinto fraca.

De ontem a noite até agora eu apaguei umas 15 vezes.
Por exemplo, fui levantar da privada e quando fiquei em pé, minha visão escureceu e eu caí. Teria me mahucado se não tivesse me segurado na pia. Então levantei de novo e tudo se escureceu novamente. Segurei nas paredes. Então minhas orelhas foram se esquentando, esquentando, esquentando, até minha cabeça pegar fogo. Quando minha visão clareou tudo voltou ao normal.
Almoçando e assistindo chaves, de novo. De repente não via mais nada. No metro, a mesma coisa. Escuridão, seguida de tontura e orelhas ficando quentes. Tenho que andar segurando em algo, se não eu levo um tombo. Igual ontem à noite: caí no meu quarto e bati a boca na quina da cama. Cortou bastante a parte de dentro do labio superior e sangrou muito, mas não avisei meus pais e estou passando pomada.
Além disso, estou tendo muito frio. Chega ao ponto de estremecer o corpo. Nesse calor!
Dores de cabeça constantes, fome, dor nos olhos, estomago enjoado e braços fracos estão me fazendo sofrer.

Além disso, tem um sorvete no congelador que me chama, chama, chama... Pena que não posso atendê-lo.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Brigadeiro prestígio - capítulo final

Ontem à noite tive uma pequena discussão com minha mãe por causa dos brigadeiros prestígio. Foi algo do tipo:

- Por que você não comeu os brigadeiros, Luana?
- Mas eu comi, peguei um monte - caramba, seis brigadeiros em dois dias foi uma quantidade enorme!!
- Comeu nada!! Por que vocês me pedem para fazer brigadeiro se você não come??- detalhe, foi meu irmão que pediu!
- AH! Fico bem se vocês comerem! 

Erro fatal!! "Fico bem se vocês comerem! ". Nunca, nunca, nunca digam algo do tipo!!! Esse diálogo foi aproximadamente às 20h. Minha mãe ficou matutando nas minhas palavras. Então antes de dormir, às 00h, ela recomeça:

- Então, você quer ser maldosa né? Enquanto a gente engorda, você só fica olhando!! - Oi?? Mãe?? - Ser forte é só ficar olhando os outros comerem??? - Talvez, isso seria masoquismo, mas eu creio ser masoquista.
- Nunca disse isso! Eu só não vejo a necessidade de comer tantos!
- Você nem bebe mais leite antes de sair para a escola! Quer ficar doente, quer?? Não arranje mais nada para a minha cabeça, garota!!
- Não estou arranjand...
- Não começa com suas nóias! Onde já se viu? Não come nada!

Nada a declarar... Finalmente, os brigadeiros prestígio com granulado acabaram. #adeustentação


Mas... Trago boas notícias!! 
Após um um NF bem sucedido, comecei às 19h30 de domingo e terminei ontem às 18h, cheguei aos 62, 3 kilos!!
Hoje comi alguns pedaços de manga de manhã e meio copo de leite desnatado (para minha mãe ver que estou comendo) e vou almoçar 2 folhas de alface, um pouco de pepino com tomate, um tiquinho de berinjela e beterraba e meia lata de atum solido daqui a uma hora. Depois, chega! 330 calorias por hoje...  Estourei minha cota diária!

Preciso confessar uma coisa. Há duas semanas estou viciada em anotar receitas, principalmente de sobremesas. Já tenho até dois cadernos de 200 páginas, um para salgados e o outro para doces. O mais doido: me imagino comendo cada uma delas e depois a vontade de comer besteiras vai embora. Sou meio doida, né?  Bizarro...


O amor é cego - Um dos filmes mais motivadores para mim hahaha

domingo, 9 de novembro de 2014

Manifestando o meu ódio (puro amor) por brigadeiro

Boa noite minhas thinspos!! Morro de saudades de voces hahaha

A primeira prova do enem estava praticamente desastrosa, caguei nas calças legal. Em compensação, hoje foi mais suave. Gostei do tema da redação, era simples e dava grande liberdade de expressão. Mas não verei meus acertos por dois motivos. O primeiro e mais importante: pura preguiça. Sim é mó rolê ficar olhando gabarito e tals. O segundo: tenho medo do que verei... Estou exausta, acabada. Ficar 5 horas e 15 minutos fazendo prova é dureza. 

EU PRECISO DA AJUDA DE VOCÊS! URGENTEMENTE! 

Alguma alma linda tem ideia do que fazer para vomitar brigadeiro?? Ahhhhhhhhhhhh é uma bosta! Hahaha 
Minha mamis fez brigadeiro prestigio, lógico que eu nao resisti. Foram tres ontem, tres hoje e não irei mais comer, mas eu preciso saber como se vomita esse troço. Ele gruda na parede do estomago e nem com sabão sai (vai por mim). Fiz de tudo: bebi tres litros de agua, molhei meu dedo com sabão, pasta de dente na garganta... bebi até azeite. Chegou uma hora que saía agua do meu nariz, mas não saiu o brigadeiro. Que droga!

Mas felizmente, ou infelizmente, eu emagreci 200 gramas. É uma merdinha, mas é alguma coisa...

NF urgente! Comecei as 19h30! Quero ir até umas 13h de amanhã, quando vou comer meu pequeno almoço...

Voltando para minha vidinha pacata e cheia de provas...

Beijos, minhas manas *-*

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Um pequeno livro...

No último post a Any Portilla pediu para que eu fizesse um post relatando como foi meu processo de emagrecimento, então esta publicação será dividida em:

-semana
-minha história


Semana

Essa semana foi dureza. Ai minha cabeça... Foram provas e mais provas: segunda três provas, terça duas provas, quarta duas provas e hoje mais duas provas (todas com duração de três horas cada). Amanha não terei prova porque tenho prova sábado e domingo (ENEM), então a escola deu uma folga para os terceiros anos... (folga? o que é isso?). Hoje quase pari um filho inexistente na prova de química, estava passando tudo a limpo nos dois minutos finais. Ô vida...

Não me preocupei muito com a balança nos últimos três dias, pois quando estou em semana de avaliações gosto de evitar de pensar nisso. Mas notei uma coisa: pela primeira vez não emagreci e nem engordei um grama sequer. Fiquei com os benditos 63,2 kilos. Estou triste, queria ter emagrecido pelo menos uns 100 gramas. Mas ok, fazer o que né? 
Hoje almocei muita salada, duas colheres de berinjela cozida e duas asinhas (sem paciência para contar calorias no momento). Vou parar por aí na comilança. Mas vou fazer meu amigo de todas as horas, minha bebida 0 calorias favorita nesse mundo: meu chá verde!

Com a chegada das férias vou me exercitar mais e tentar caminhar todos os dias. Estou pensando seriamente em fazer a dieta da USP. Quero bater minha segunda meta (57 kilos) antes de 2015. Entrar no ano novo com um novo corpo e ter a liberdade de comer e vomitar as sobremesas da virada sem culpa! Hahaha


Minha história

Desde sempre eu tive o desejo de ser magra. Como algumas de vocês sabem, aos nove anos, uma pediatra gorda me chamou  de gorda e eu fiquei com aquele comentário na cabeça. A partir de então comecei a sofrer do chamado efeito sanfona. Eu fazia dietas, emagrecia, relaxava e depois engordava. A partir dos meus dez anos, percebi que podia comer e não engordar com método eficaz: a bulimia. Era um risco? Era, mas por que não tentar? Foi assim até meus doze anos, quando caí na real de que somente vomitar o que eu comia durante o dia inteiro somente segurava o meu peso, mas não emagrecia. Então parei de comer.  Foi aí que descobri esse mundo da blogosfera.
Adiantando a história... Ano passado pensei comigo que era melhor parar com essas doideiras. Achei que eu deveria tentar me curar. Só que a anta aqui, parou com tudo de vez. Os momentos mais gordos da minha vida foram os almoços na escola. Eles vendem um pão de mel que eu achava uma delícia e um donuts que era maravilhoso. Hoje aprendi a detestá-los, mas na época... Eram dois, três em um dia. Eu fiquei muito gorda de vez! Eu me sentia maiorzinha, mas nada exagerado. 
Minha ficha caiu no fim do ano, quando vi quatro meninos da minha sala (sim, são meninos. Crianças de 17 anos) na lousa, de costas para mim e imitando o jeito como minha bunda se mexia quando andava (era tipo a Nicki em Anaconda haha cruzes). Continuaram me imitando enquanto corria, nas aulas de educação física e riam quando eu comia. Hoje eu dou risada, tentando esquecer o quanto chorei. Mas naquela época, eu fiquei arrasada. Quando as férias começaram eu estava determinada a emagrecer, cortei os doces e caminhava uma hora todos os dias. Grande merda, de 84 kilos fui parar em 80 kilos. Mas a semente ficou plantada e criou raízes. Fiquei martelando a ideia de emagrecer de janeiro até junho. 
Então eu pensei: por que não criar um blog? Eu me lembrei do quanto as meninas se ajudavam e emagreciam juntas. Criei e foi a melhor coisa que me aconteceu. Comecei contando calorias. Tentava não passar das 300 calorias diárias. Como não tinha balança, não sei se emagreci nesses dias. Cheguei a iniciar a ABC. Fiz sete dias, mas não consegui continuar. Mas me pesei e já tinha emagrecido 7 kilos com todo o esforço de junho para julho. Nesse meio tempo adquiri um inexplicável nojo de gordos. Foi a partir de então que eu comecei a somente almoçar. Foi uma maneira de não ter compulsões, meu organismo funciona melhor assim. Comecei a dançar zumba por conta própria e a fazer mais alongamentos. Claro que as vezes eu tinha uma recaída, mas não era por causa dessas vezes que eu ia desistir de um sonho antigo. Sempre tive depressão, mas eu sempre comia quando tinha minhas crises. Esse ano, tirei proveito da situação e me privei de comer. Depois, minha mãe deu a ideia de tomar uma xícara de chá verde por dia. Amei a ideia, comecei com uma xícara e hoje é 1,5 litro por dia (acho que minha mãe não imaginou que eu viciaria hahaha). Como ele acelera o metabolismo, acredito que me ajudou a emagrecer. Outro costume que adquiri foi o de dormir muito. Dormindo eu não como, não comendo emagreço. Em meio a tudo isso, acabei com meu namoro. Eu já estava infeliz com o namorado, então estagnei o peso por uma semana. Mas as meninas me deram forças para continuar. Desde então venho vomitando tudo o que como (exceto o pequeno almoço). 
Como provas da minha doença mental, tenho minha tabelinha de metas no blog e impressa na carteira. Na carteira também tenho fotos de thinspos e de pessoas gordas comendo, assim me lembro de que não devo fazê-lo (obcecada assumida)



Felice Fawn 

domingo, 2 de novembro de 2014

Chegar aos 63 kilos... não tem preço

Passando rapidinho para dizer-lhes que minhas semanas de provas finais chegaram. Não sei como será meu tempo, então resolvi postar hoje. Como eu disse, são provas finais!! Adiós ensino medio e ensino tecnico! Olá vida!!!

Alcancei meus 63,2 kilos!! Agora é oficial! Estou mais magra do que quando estava com 14 anos (3 anos atras)! Isso é inacreditável! O melhor de tudo isso: as pessoas estão começando a notar o emagrecimento! Todos dizem coisas do tipo "nossa, como voce emagreceu", "seu pescoço esta fino" ou "cadê seu bundão?" Hahahaha já meus pais estão começando a me achar fina de mais e ficando com corpo feio, já que eles cultivam bundas. Mas eles reclamavam do meu antigo peso, então engulam mais essa....

Só sei de uma coisa: é ótimo sentir resultados de seus esforços e eu digo...

EU QUERO MAIS!!

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Animalização da realidade

«Se o pão é o símbolo do que o homem precisa, o vinho é o símbolo da superabundância da qual também temos necessidade. Ele é sinal da alegria, da transfiguração da criação. Tira-nos da tristeza e do cansaço do dia-a-dia e faz do estar juntos uma festa. Alegra os sentidos e a alma, solta a língua e abre o coração. E transpõe as barreiras que limitam a nossa existência.» (Cardeal Joseph Ratzinger, citado por Luís Costa, Público 28.12.06)

Quero ter minha propria coleção de vinhos. Ah... bebida preciosa na qual me afundo em meus momentos mais obscuros...


Passando para compartilhar uma alegria e uma tristeza.

A tristeza: num momento de estresse (domingo a noite) sentei na cama com uma garrafa de vinho branco do meu lado direito e uma navalha do meu lado esquerdo. Fui bebendo, bebendo e bebendo. Cheguei na metade da garrafa e olhei para a navalha. Fitei-a. Tentei ignora-la. Meus instintos animalizados se apoderaram de mim e num momento de furia vi que escorria de meu braço um filete de sangue. Não fiquei contente. Mas a dor é preciosa. A dor precisa ser sentida.  Então fui fazendo furinhos em meus braços com a navalha, enquanto tomava o que restava na garrafa. Novos filetes do liquido vermelho escorria do meu corpo. Então terminei a garrafa e me deitei. Acordei no outro dia, com a cabeça latejando e meu braço esquerdo praticamente mutilado. Lá se vai um mes sem me cortar. Ah, foda-se...

A alegria: entrei em todas as minhas roupas de dois anos atras, mini saias, calças e blusinhas. Tudo!! Mas ainda estou com 64,3 kilos...

SOU INUTIL

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Conversa de mesa


Nada muito importante a declarar. Precisava dizer a alguem que atingi meus 64,2 kilos. 

Como voces sabem, almoço no refeitorio do colegio, pois tenho aulas em periodo integral. Ontem durante o almoço, estava junto de um grupinho de mais quatro alunos. Eram dois garotos e  duas meninas: uma com sobrepeso e outra bem magrinha. O W. e a L (a gordinha) ja sabiam superficialmente como sou e minhas noias com a comida e o peso. Já o Geleia e a D. nem faziam ideia, pois não ando muito com eles. Eis que eu paro de comer por não estar aguentando mais. Então começou um dialogo mais ou menos assim:
D: como assim? Voce comeu tão pouco!
Eu: eu sempre como pouco
W: Suspeito que essa seja a unica refeição diaria dela...
D: menina, voce precisa comer de tres em tres horas! Voce quer emagrecer??
Eu: só um pouquinho...
D: olha para mim... como de tres em tres horas e tenho esse corpo (a menina é só ossos!  Imaginem a minha cara.... foi a menos azeda que pude fazer. Falar isso para uma anoréxica? Tudo bem que ela não sabe, mas foi muita maldade)
Eu: seu metabolismo é diferente no meu.
D: mas eu sou magra e não gosto de ser. Minhas costelas aparecem
W: precisa ver as bailarinas que ela desenha
L: dá para ver a caixa toraxica perfeitamente
D: as minhas aparecem, mas é feio. 
Eu: eu não perguntei o que voces acham, o que pensam sobre gostos. Gostos sao gostos. Diferenças são diferenças. Seus ideais de beleza são muito diferentes do meu. Vivo no meu mundo, meu próprio mundo...
D: mas voce tem que mud..
Eu: não! Eu não vou mudar! Pois é a esse mundo que recorro quando não estou bem!

A conversa acabou aí e ficou um silencio destrutivo na mesa... Ah, pelo amor do Divino! Não aguentava mais! Menina insuportável! Estava quase pedindo para ela ir tomar naquele lugar. Tudo o que eu queria era paz no almoço para que eu pudesse fazer minha unica refeição diaria sem me sentir uma deslocada! Vai fazer manha para outra...

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

A gorda por fora de mim...

Estava em dívidas com voces e logo de início peço desculpas pela pessima qualidade das fotos (tive que tirar com o tablet e longe de todos, então o quartinho obscuro foi o lugar mais adequado para isso. Como não tinha apoio, tive que usar uma mesinha bem baixa). As proximas serão melhores...
Bem essa sou (quase eu, pois sou mais branca)...





Estou com 65,2 kg e... Sim, eu tenho dobrinhas nojentas em baixo do braço e estrias horrorosas (locus horrendus). Como disse, minhas claviculas estão finalmente aparecendo.  Estou muito envergonhada por estar postando isso... ECA!
Felizmente minhas calças estao ficando bem largas. Eliminei 15 cm de cintura e 10 cm de quadril. Além disso, eliminei 8 cm de peito. :)
Tenho uma dica: se inspirem em mim para não serem como eu sou!!
Agora, para o post não ficar tão gordo... lindos ossos!


segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Pensamentos dadaístas

"Que cada homem grite: há um grande trabalho destrutivo, negativo, a executar. Varrer, limpar, A propriedade do indivíduo se afirma após o estado de loucura, de loucura agressiva, completa, de um mundo abandonado entre as mãos dos bandidos que rasgam e destroem os séculos. (...) Liberdade: DADÁ DADÁ DADÁ, uivos das dores crispadas, entrelaçamentos dos contrários e de todas as contradições, dos grotescos, das inconsequencias: A VIDA." (Tristan Tzara)

Só gostaria de poder voar para longe de tudo e todos, sentir minha vida ao redor de mim, sonhar com um futuro surreal e viver...
Eu queria viver...
Vivas ao caos, ao "sem sentido", aos pensamentos fúteis e inúteis que destroem almas e sentidos. Vivas à ignorancia, às decepções, à incapacidade de se entender os sentidos destruidos, aos absurdos, à incoerência, ao automatismo psíquico e ao inconsciente que leva os seres ao fundo de uma jornada sem fim...

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Behind my mirror


Imagino-me sendo X. 
Olho para meu espelho... o que vejo?
Vejo-me sendo 4X, quatro vezes maior do que a imagem que eu tinha em mente. Imediatamente uma lagrima escorre pelo meu rosto, cai em minha barriga e vai parar no chão. Eu me toco, sinto que estou 4X, sinto minhas banhas, sinto minhas coxas gordas. Então eu choro, choro e lamento. Lamento estar gorda, lamento ser fraca, lamento ser doente. Penso em como seria bom não ser eu, em como seria bom me despreender desse corpo inutil. Em seguida, escondo-me, não do mundo, mas de mim mesma. Escondo-me dos meus pensamentos, das minhas insanidades, do meu ego ferido e do vácuo que chamo de mente...  Oh! Como eu gostaria de sentir meus ossos, como eu gostaria de ser magra...

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Muitos e muitos desabafos de uma rancorosa

Antes de mais nada, quero deixar claro que não sou pró ana e mia, mas sou doente! Uma louca, dissimulada e pertubada que não consegue ficar com comida no estomago. Sério, estava olhando uns blogs antigos e atuais e me ocorreu uma coisa: nos blogs antigos as meninas ERAM anorexicas e bulimicas, eram doentes e usava os blogs como diário, como um meio de expressar seus sentimentos e dores. Então, a partir de um certo momento, surgiram as pró ana e mia, meninas saudaveis e vivas que acham (achavam) que ser anorexica era estilo de vida. Inspirando-se nas "veteranas" começaram a tentar enfiar coisas na cabeça e fizeram com que ter essas doenças se tornasse modinha. Para essas meninas digo: cuidado! Das duas uma: ou nunca se tornarão anorexicas e bulimicas, mas ficarão atormentadas por não conseguir ser, ou se tornarão e tomarão o caminho sem volta. Acho que todas que passam por nossos blogs têem consciencia de que enfiar merda na mente é bem fácil!

Após esse simpatico comentário, quero manifestar minha raiva: falta de agua no meu bairro! Meu, centro da capital paulista com falta de agua? E ninguem tem a coragem de dizer: ei, vamos racionalizar agua a partir dos horarios X, ok? Mas não! Vamos foder a vida de todos e vamos liberando agua hora sim hora não! Bando de filhos da puta! 

Cacete! É o meu fim! Dependo da agua da privada para mandar meus muitos vomitos diarios por água abaixo! Estou mega desesperada!! 

Agora, vou tentar me acalmar.......

Como já disse para vocês sou uma bulímica assumida. A comida não para nem 10 minutos no meu estomago gordo. Digamos que: 
calor + ansiedade + estresse = sorvete com granulado (é um mix delicioso) + cookies bauduco + paes integral com patê + H2Oh = estomago embrulhado = bulimia atacando

Tudo isso foi hoje!! Graças aos céus foi na hora que tinha agua para vomitar a vontade... Mas minha mente, que só pensa em calorias e estomago vazio, ja esta se tornando meio anorexica ha uns tres dias (hoje foi uma compulsão master). Eu sempre tive culpa apos comer, mas agora a culpa tambem é comer e nao poder vomitar. Argh... Logo, já me programei psicologicamente para retornar a contagem de calorias. Afinal, essa é minha vida né? Entre morrer de fome e comer naturalmente e sem medo, prefiro a primeira opçao. 

Estou pensando em postar umas fotos para vocês nas férias, ou em qualquer momento oportuno. Assim vocês podem ver minha barriga e bunda gorda (visão do inferno, né? Amiga é para essas coisas). Além disso quero notifica-las de que minha clavicula e minhas ancas estão começando a aparecer. A clavicula já dá para notar, as ancas não muito. E as costelas atras na nuca já estão mais salientes! :)

Considerações:

●Estou ha um mes sem uma crise depressiva! Motivo de comemorações!! 

●Preciso de uma pulseira vermelha.

●Como vomitei tudo, meu estomago está vazio.... sinto muita fome!

Vou dormir... quem sabe nao esqueço a comida em meus sonhos?



I need to be skinny like them *-*

sábado, 11 de outubro de 2014

Sensações de liberdade (só a sensação, porque estou longe de ser livre)

Fim de semana!! Ah... amados finais de semana, que me trazem alegria, me trazem paz e mansidão...

E aí pessoinhas? Como estão?
Hoje de manhã minha mãe e meu maninho combinaram de ir ao parque caminhar. A principio eu não queria muito, mas decidi ir. Nossa! Devíamos fazer isso mais vezes. Alem de ter equipamentos para fazer exercícios, lá eles alugam bicicletas (a minha quebrou ha muito tempo e não compramos outra ainda :( ). Como não tenho tempo para ir à academia, aproveitei pra caramba, apesar de eu me sentir um elefante malhando em busca do inalcançável. Além disso... puxa... como andar de bicicleta é bom! Tinha me esquecido de como era pedalar, correr e sentir o vento contra você e fazendo seus ouvidos tamparem. É uma sensação unica de só ter você e você mesma no mundo, sem tempo para pensar ou falar: você só pedala e pronto! A-D-O-R-E-I

Emagreci um pouco, estou com 67,4 kilos. Nada para se pular de alegria, mas o suficiente para não se chorar de tristeza. Tenho vomitado quase tudo. Eu só deixo o almoço no estômago para ter certeza de que ainda estou no controle da minha mente insana. No mais, deixemos a bulimia nos levar, já que minha mãe está fazendo feijoada. Vou me permitir comer, afinal vocês já sabem que é meu prato favorito. Tirando esse final de semana, estou tentando levar uma vida vegetariana. Essa tentativa (com excessao da feijoada) tem sido um sucesso! Depois que deixei de devorar carnes como um carnívoro esfomeado tenho me sentido muito melhor. Vou tornar isso um habito.

Não tenho comentado muitos blogs poque não arranjo tempo, apesar de estar sempre entrando e lendo o que vocês escrevem. Afinal, vocês me dão forças. Abaixo estão minhas paginas favoritas da turma da mônica jovem (eu sei, ainda leio isso) e vocês, mais do que ninguem, sabem porque gosto tanto da Maria Melo. 






segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Voltando + Meus pais são chatos!!

Olá pessoas do meu coração!!

Bem bem bem.... vou seguir o conselho da Alie. Nada de foda-se dieta! Voltando para minha vidinha normal. Logo estarei magra o suficiente para me sentir bem comigo mesma! O bom é que me emagreci 800 gramas, então voltei aos 68 kilos. Rumo à minha primeira meta: 66 kg!!

Sobre minha situação:

●Meus pais: estão me enchendo o saco! Mas o mais incrível é que estão enchendo a paciencia pois "saí" do regime. Estão dizendo que estou gorda de novo, logo vou ficar feia novamente e minhas roupas ficarão apertadas mais uma vez. Dizem: "Onde já se viu? Lutar tanto para emagrecer e já esta ganhando todos os kilos que perdeu! Não tem determinação menina?" Detalhe: EU NÃO ENGORDEI, PORRA!! MANTIVE A MESMA MASSA QUE EU TINHA ANTES DE LIGAR O BOTÃO FODA-SE! MAS JÁ QUE ELES QUEREM UMA FILHA MAGRA, IRÃO TER! QUE ELES NÃO RECLAMEM DEPOIS!
●Meu corpo: como mantive os 68 kilos, não tive mudanças. Algumas roupas que não me serviam aos 72 kilos me servem agora. Tinha perdido muitos casacos lindos por causa da gordura e agora me servem. Isso é mais um motivo para minha mãe falar sobre como irei perder tudo de novo.
●Meu psicologico: não me auto mutilei nos ultimos dias. Estava preocupada demais mandando tudo e todos irem à merda. Estou mais calma, relaxada e feliz. Pronta para a próxima (#sóquenão)
●Minha determinação: com a ajuda de vocês irei encontrá-la novamente!





quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Na contagem regressiva...

"QUE TUDO SE FODA, DISSE ELA, E SE FODEU TODA" (Paulo Leminski)

Hello people!!

Mil e uma desculpas pelo super sumiço. Tenho duas desculpas para isso ter ocorrido:
-Estou super ultra mega lotada de provas (a vá...)
-Essa eu vou explicar melhor...

Hummm... Eu posso resumir o parágrafo seguinte com o profundo poema do Sr. Leminski. 
Eu sou uma estúpida! Acho que vocês já devem até estar com o saco cheio de ler essa frase, mas é a mais pura verdade. Depois de terminar a droga do meu namoro, me senti mais abalada do que nunca, achei que tinha feito merda e tals, mas eu sei e todos a minha volta sabem que eu não fiz. Acho que depois me senti meio só... gosto de ter uma compania... enfim, com toda aquela tensão pós termino de namoro complicado, eu me senti livre! LIVRE! LIVRE! Então, nada melhor do que um que se foda escola, que se foda doeta, que se foda amigos, que se foda familia, que se foda vida... Resumindo, me fodi :D 
O lado bom disso é que não engordei, fiquei na porra dos 68,8 kilos...
Estou na contagem regressiva para terminar o ensino medio! 47 dias uteis!! 47, 46, 45.... ah sonho... *-* mal vejo a hora... só peço aos céus que eu consiga dar conta de todas as minhas matérias para não ter que depender do conselho de classe... 
Sobre regimes...  vou começar a maneirar na comida de novo, logo logo vou ter tempo de sobra para dietas radicais.
Enquanto isso, quero aproveitar a minha fase FODA-SE enquanto ainda consigo e minha mente doente não me acuse...

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Sem emagrecer + histórias sobre cancer + conexão reporter

Pessoas lindas!! Como estão??
Nos ultimos dias tenho diminuido a quantidade de comida novamente e tenho bebido muiito cha verde (bebida magica que tem 0 caloria e acelera o metabolismo *-* ). Mas, infelizmente fico entre 67,9 e 68 kilos. Que raiva! Não consigo passar disso!! Meu cardapio diario é, basicamente:
Cafe da manha: um copo de leite desnatado
Lanche: cha verde
Almoço: arroz, salada e carne e alguns goles de cha verde
Lanche:  cha verde
Janta: cha verde

E não emagreço!!
Estou pensando seriamente em abandonar a carne e o arroz de vez. Eu nao gosto de nao comer algo durante as aulas, pois tenho tonturas e muita dor de cabeça, mas acho que vou apelar... Tambem ja estou preparando meu psicologico para começar a miar na escola. Nao dá para viver gorda desse jeito! Engraçado... perdi 10 kilos tão rapido (até assustei) e agora nada...
Estou lendo "A culpa é das estrelas". Sei que é cliche e muitos chamam de modinha. Mas essas histórias me atraem. Acho que parte dessa atraçao vem do fato que 80% dos meus tios por parte de mae e pai terem cancer e problemas no coração, minhas avós terem morrido com cancer, meu avô materno morreu depois de um infarto, minha mãe já teve cancer no utero e agora tem tumores na vesícula e, como é genético, a probabilidade de eu um dia vir a ter cancer é muito grande. Alem disso, amo histórias com grandes amores com finais emocionantes. 
Enfim, sou um tanto romântica e sensível para essas coisas. Por isso eu me estranhava tanto quando estava com o R. Com ele eu não era eu mesma.
Ontem assisti o conexão reporter intitulado "Prisioneiros da Magreza". Fiquei feliz pela história de superação das pessoas, entre elas a Thalita, mas achei que os produtores pecaram ao separar totalmente anorexia de bulimia. Sei lá, acho que as vezes uma doença leva a outra e outras vezes não. Alem disso, eles podiam ter expandido a matéria com fatos atuais, em vez disso ficaram repetindo fatos que foram mostrados no documentario de 2013. Mas achei super legal eles terem entrevistado um moço, Robson (achei-o bonitinho). Assim a imagem desse mundo da anorexia e bulimia não fica restrito às meninas. Sinceramente, as pessoas entrevistadas são muito fortes! Não sei se conseguiria falar tão abertamente assim sobre minha doença ao Brasil inteiro...
Volto logo logo com mais notícias (espero que sejam positivas)...
Hasta la vista!

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Today is a new day...


Depois de uma semana me amargurando, tentando entender o que de fato aconteceu... desisto. Não quero mais entender minha vida. Acho que não existe outra vida tão sem sentido quanto a minha. Não me entendo, não entendo as pessoas ao meu redor e nem o que eu quero de mim mesma. Não tenho rumo, faço as coisas por fazer, pensando que talvez assim eu acerte.
Ontem usei o vestido novo que minha mãe comprou. Ele é bem longo e de alcinhas. Tive que usar um bolero para esconder meus braços gordos e mesmo que minha barriga tenha diminuido, tive que usar uma cinta firmadora. Por que eu odeio tanto meu corpo meu Deus, por que??? Isso ainda vai me matar!!
Nessa semana eu meio que liberei geral (me odeio), ainda bem que me mantive nos 68,1 kilos, senão sei que ia me punir das piores maneiras. Hoje é um novo dia, um novo momento, um novo passo. Voltei à minha insanidade...

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Talvez um término de namoro...

Não me pesei nesses dois dias, mas tenho certeza de que engordei. Meus braços são enormes! :'(

Olá meus amores! Vou explicar melhor o que aconteceu domingo, ou melhor, o que vem acontecendo.
Meu namoro foi iniciado em janeiro de 2013 (quase dois anos de namoro). No início, o R. (voces vao querer me matar e dizer: voce é louca? Mas ele é 13 anos mais velho que eu. Sim, ele tem 30 anos) era super atencioso e amoroso. Depois de uns seis meses ele começou a mudar, começou a se tornar frio e distante até demais. Tudo bem que não sou a simpatia em pessoa, mas ele não precisava ter mudado tanto! E desde então, só tem feito cagadas em cima de cagadas. Todo santo fim de semana era uma cagada diferente. Em julho chegamos a terminar o namoro e voltamos depois de um mês. Ele prometeu mudar, disse que me ama demais. Mas, mas, mas, como quem nasce "X" vai morrer sendo "X", ele continuou fazendo merda. Sabem de uma coisa? CANSEI! No domingo, estávamos a noite em um evento (ele já tinha feito a bosta a tarde e estávamos sem nos falar), então quando ele não estava por perto, chorei (pior, na frente da sogra), chorei e chorei e então, fui embora sozinha, sem me despedir dele (na verdade ele só ficou sabendo que eu tinha ido embora quando ele estava indo embora). Fui andando pelas ruas, 21h, uma escuridão e eu sozinha. Pelo menos eu tinha avisado minha mãe que estava saindo. Quando cheguei em casa, ele tinha ligado para minha mãe e para mim (nao foi atendido), alem disso nos mandou um monte de mensagens do tipo: Lu, voce está com problemas e precisa de ajuda. Fale com sua mãe. Para minha mãe: Dona J., a Lu está precisando de sua ajuda. Não respondi, mas minha mãe o agradeceu por tudo o que ele fez. A mãe dele mandou mensagens para minha mãe falando que ele me ama. Minha mãe deu a palavra final, dizendo que se ele me amasse, não faria certas coisas e se eu tenho problemas, que ele não fique comigo. E... acabou. Acho que não tenho mais namorado. Ainda estou decidindo se estou feliz, ou triste. Sei lá, as vezes as coisas têm que acontecer para sabermos quem são as pessoas realmente.
Ontem minha mãe me deu dois vestidos lindos *-* Ela foi fofa...
Minha alimentação: como besteiras e vomito, como, vomito, como, vomito, vomito, como.... Estou nesse ciclo desde domingo à noite. Mas chega, né Luana? Sua anta! Nem tive coragem de me pesar, devo ter engordado um kilo.
Não me cortei! Pela primeira vez consegui me controlar! Obrigada meninas, vocês me deram forças para não fazer isso!
Humm... Acho que é isso...
Volto logo ;)


domingo, 7 de setembro de 2014

Tudo de novo

Passando para contar-lhes que briguei com meu namorado de novo, estou super mega descontrolada de novo, provavelmente vou me cortar de novo, vou chorar até meus olhos incharem de novo, agora, nesse momento (21h20) estou tendo uma compulsão de novo e vou tentar miar de novo!!
MINHA VIDA É UMA MERDA!! EU ME ODEIO!!

*depois dou notícias mais concretas, precisava desabafar com vocês... 

:'(   :'(

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Minha semana e situaçao atual

Pensamento do dia: eu preciso emagrecer!
Minha atual situação: faminta

Olá pessoas lindas do meu coração! Como vocês estão??
Tenho passado nos blogs de voces e muitas meninas estão emagrecendo bem e rápido! Isso é ótimo! Assim uma dá forças para a outra.
Enfim, estou pesando 68,6 kilos. Finalmente saí definitivamente da assombrosa casa dos 70 kilos. Essa semana tive que almoçar um pouco de arroz com feijão, pois minha mamae querida, mesmo sabendo da minha dieta, fez feijão preto e eu não consigo não comê-lo (minha comida favorita: feijoada... aff me odeio, nao tnha coisa mais gordurosa?). Mas ok, fiquei oscilando entre 69,5 e 68,2 kilos e parei desde ontem no 68,6. Fazer o que, né?
Minhas notas estao se rearranjando (essa palavra existe? :/ ). Peguei 3 recuperaçoes nesse trimestre (tenho 22 materias :'( ), então acho que estou bem. Decidi-me finalmente que a única profissão que quero e que vou batalhar para conseguir é a de engenharia aeronautica (até que enfim). Humm... minha depressão não está tão tão forte (só pensei em me matar umas duas vezes nessa semana e só fiz um pequeno corte no meu braço), mas ainda assim, minha vida é um tédio, eu sou uma anta e meu namoro é complicado (logo, tambem fica chato). Nem sei se ele me ama e pior: Não sei se eu o amo! Mas vou levando, uma hora talvez eu me acerte. 
Não comentei com voces ainda, mas sei desenhar um pouquinho, então fico desenhando bailarinas magríssimas durante as aulas (um dia eu posto um desenho aqui). Isso tem me ajudado muito, fico desenhando costelas e ancas o dia todo rsrs
Bem, acho que é isso...
Beijos

terça-feira, 2 de setembro de 2014

O cisne negro

Boa noite moças! Estava olhando um blog que eu havia feito para uma avaliação escolar. Era um blog de críticas e análises de filmes, charges e histórias no geral. Tudo isso não importa, as críticas eram bobinhas, mas uma, em especial, me chamou a atenção não pelo fato de ter sido aquela na qual dediquei-me mais, mas pelo fato de eu ter posto todo o meu coração e sentimento nela. Por isso, me deu vontade de repostá-la neste blog... 

Crítica de filme - O cisne negro

Um dos filmes mais chocantes e pertubadores do cinema. Aronofsky o começa com uma bailarina  Nina Sayers (Natalie Portman) se movimentando, sob um foco de luz que tenta focá-la, mas não consegue iluminar a angustia e tristeza de seus olhos. Cisne Negro é sobre essa dançarina, repleta de talento e obcecada pela absoluta perfeição,  que vê a oportunidade de brilhar nos palcos, pois tecnicamente, não há bailarina alguma do corpo ballet a que pertence que lhe chegue aos pés. Cada movimento de seus passos é feito com um rigor absoluto. No entanto, essa rigidez a impede de soltar suas emoções no palco, de tal modo que Nina vê seu papel ameaçado por Lily (Mila Kunis), pois enquanto esta representa o cisne negro (luxurioso e perverso), Nina representa o cisne branco (deslumbrante e amável). Isso faz com que as duas bailarinas possuam uma terrível rivalidade e obriga que Nina parta nessa angustiante e depressiva viagem, em que tem que deixar que um lado seu, até aqueles momentos, desconhecido, tomar conta de seu eu: seu reflexo negro. 
O filme mostra as reações de uma mente que decide criar a sua própria versão da realidade, libertando o lado selvagem, escuro que há dentro de cada um de nós e as atitudes que nunca pensamos que faríamos.
Aronofsky apresenta a queda das defesas, mostra cada passo de Nina em direção às trevas, mostra o lado obscuro, selvagem e exótico que há em cada ser. A personagem opta pela busca da perfeição e permite que a ficção tome conta da sua mente.
Nina, aos poucos, vai abrindo as portas para esse monstro da escuridão, se livrando de sua inocência de uma criança, encontrando o lado escuro de sua pureza e rivalizando com Lily.
Em cisne Negro, existem duas forças em conflito: o autoconhecimento e a perfeição. Atrás dessas forças, Nina entra na espiral da vida, repleta de tristezas, tormentas e loucuras. O espectador pode ver e observar cada detalhe da mente atormentada de Nina, além de observá-la passo a passo em sua transformação nessa criatura das trevas, sem barreiras e limites.
O desfecho é perfeito e grandioso, Nina sobe ao palco com um olhar profundo, apaixonado, libertador e cheio de violência e que possui o mundo inteiro aos seus pés, seguido de uma salva de palmas dependente da perda de tudo o que lhe impediu de chegar até aquela última dança do cisne branco a procura da perfeição. O julgamento final fica nas mãos e mentes da platéia.
As luzes se apagam e as cortinas se fecham, levando para sempre uma criança despedaçada, mas perfeita.

Bem, é essa. Não é aquela crítica, mas... Eu gosto. Quis postar novamente para não perdê-la. Meus dias continuam na mesma, nada de bom mas nada de mau... Fazer o que, né? Quando tiver novidades eu posto ;)


Beijos

domingo, 31 de agosto de 2014

Sem um título decente...

Parada, estagnada há dois dias no 69.4 kilos :(
Ontem me senti muito mal... Saí com meu namorado para almoçarmos juntos. Fui mentalizando meu prato de comida... Era para ser um prato com muita verdura e muitos legumes, mas mas mas a gorda aqui colocou o bendito feijão preto com arroz e alguns pedacinhos de carne. Tive que me segurar para não vomitar na mesa mesmo. Depois fui ao banheiro e... estava LOTADO!! Uma baita fila e os banheiros do shoping tatuapé são minúsculos!! Arghh... Enfim, não deu para miar e fiquei com aquele peso na barriga. Ele ainda queria comprar um sorvete. Acho que fui meio grossa, falei que não queria porque estava de regime, mas se ele quisesse ele podia comprar para si mesmo. Ele não comprou, disse que a garganta estava ruim. Eu me pergunto: Por que então ele sugeriu o bendito sorvete?? Não, não fui grossa!! Fiz certo! Os sorvetes que ele compra tem de 500 calorias para cima... Aff, imaginem? Comer tudo o que comi na semana em um potinho de sorvete?? Tô fora!
Pior de tudo: 11 horas da noite chegamos em casa, minha mãe tinha feito mini pizzas. Tive que comer uma e de novo não vomitei... FAMILIA DE GORDOS!
Não me admira ter emagrecido só 1 kilo em dois dias. Ainda bem que não engordei...

Meu psicológico: essa neura me mata!! Odeio ser essa doente que sou! Além disso, ontem falei umas coisas para minha mãe que a magoaram DE NOVO! Eu não passo uma semana sem magoá-la! Isso tambem me mata por dentro...

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Mais um dia normal, com tristezas e uma alegria...

Bom dia, borboletas!! Como vocês estão?
Vou começar pelo bendito pedaço de panetone que comi na segunda feira a noite. Bem, não resisti. Minha intenção era miar tudo depois, mas ja estava na metade do panetone quando pensei: e se eu não por tudo para fora?? Infelizmente, não dei razão à minha intuição e comi todo o pedaço mesmo assim. Depois, adivinhem só?? Não consegui miar nada! Nada! Achei muito estranho, pois tenho uma facilidade enorme para vomitar (anos de prática :)), mas na hora só saiu uma água amarga e nojenta (desculpem por isso). Ou seja, só consegui vomitar o ácido do estômago (extremamente prejudicial, pois é corrosivo). Enfim, desisti. Bem feito para mim, quem manda comer? O bom é que fiquei com trauma de panetone e vou pensar umas mil vezes antes de come-lo novamente.
Hoje meu dia foi péssimo, minhas notas baixas... Trimestre passado fechei uma matéria com 4.5 no boletim (a média é 6) e eu tenho quase certeza de que não consegui recuperar (minha recuperação foi na segunda). O pior é que hoje tive prova dessa materia e na hora de explicar o raciocínio para o professor, me enrolei toda! Ahh!! Inútil, sou uma inútil!! Tive que me segurar para não chorar e não sair correndo para o banheiro me cortar toda...
Entretanto... Cheguei agora em casa, triste e cabisbaixa. Subi na balança e... 70.4 kilos!! Emagreci 1 kilo e 200 gramas em dois dias, não é muito, mas para quem um mês atras estava com 80 kilos, já é um progresso... :D
Meninas, acho que nunca estive tão determinada. Eu simplesmente não penso em comer e quando me vem a ideia de pegar um docinho, ela vai embora rápido (com excessão da po**a do panetone, podia ter emagrecido mais). Isso é incrível! Fiquei pensando no que era e o fato de vocês estarem do meu lado me ajuda muito!! Obrigada, lindas! Obrigada por todo o apoio!
Beijos e até a próxima...


domingo, 24 de agosto de 2014

De balança nova!! :D

Olá meninas!
Ontem chegou minha balança. É lógico que eu fui me pesar igual uma vaca com fome... Minha surpresa: mesmo tomando leite de manha e almoçando salada, legumes e carnes durante uma semana, eu emagreci!! De 73,2 kilos foi para 71,6!! Feliz! Felicíssima!!! Quase chegando aos 70 kilos!! Rumo aos 66 kilos (minha primeira meta)
Por outro lado, não estou mais aguentando minha mente... só penso em comidas e suas calorias... :S Minhas notas meio que caíram em algumas matérias. Mas Ok, vou superar... 
Bom, passei só para dar um oi, amanha tenho três provas ferradas...
Beijos
















(minha linda thinspo: Svetlana Zakharova *-*)

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

I just want to be happy

Será que é tão dificil ser feliz meninas?
Se eu como, fico aborrecida por comer e estar engordando. Se eu não como, minha mente se ocupa de outras coisas, coisas que gostaria de estar fazendo, planos que eu gostaria de está-los tornando realidade, momentos que eu gostaria de estar presenciando....
Às vezes vou loonge, penso em tudo que um dia imaginei estar fazendo hoje. Penso no futuro, em quem irei me tornar, nas tristezas que ainda vou sentir...
Fico pensando em como seria minha vida se eu não tivesse tomado uns caminhos errados...
Penso em como terminei meu namoro com meu ex, ele nem teve a culpa do que aconteceu na época, foram os pais dele... e eu o amo tanto... ele demonstrava tanto amor por mim. Hoje ele está longe, longe psicologicamente e fisicamente... 
Penso em todas as vezes que briguei com minha avó (ela era bem chatinha), mas hoje ela está debaixo da terra, enfiada em um caixão... 
Penso no meu curso técnico... minhas notas balançam como ondas do mar... nem capacidade para ir bem na escola eu tenho...
Penso no dia que aquela médica obesa maldita me chamou de gorda. Aquilo me abalou tanto tanto, que desde então sequelas vem aparecendo...
Eu queria voar, voar, ir para um lugar distante, sozinha, eu e eu mesma. Sem nada para pensar, sem nada para comer, sem nada para viver...
Como será não existir mais? Como será estar em uma caixa dentro da terra? Como será não sofrer, não ter angústias, amarguras, aborrecimentos...
Por outro lado, como será que é ser feliz? Não ter decepções? Ver seus sonhos realizados?
Deve ser uma sensação ótima, desejo um dia ter um minuto de felicidade na minha vida inútil...

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A abatida esfomeada

Pensamentos do dia: tenho fome, tenho dor de cabeça, tenho sono, sou depressiva e tenho prova de matemática e história amanha... "Sofro, logo existo!"

Boa noite meninas! Estão bem?
Bom... eu estou péssima. Talvez seja pelo fato de eu estar psicologicamente dependente dos remédios anti depressivos que minha mãe me dá todos os dias e hoje esqueci de os tomar. Ou talvez esteja quimicamente dependente, já que eles tem alcool. Enfim, hoje as dores de cabeça voltaram (fazia tempo que não as tinha), espero estar bem para amanha. Estou triste de novo, cortei meu braço e fiz um pequeno A de Ana no meu dedo do meio com minha lamina improvisada (amado apontador, vou carregá-lo sempre!).
A dieta está ótima, não tenho comido muito. Só como um pequeno almoço e tomo um suquinho de manhã. Morrendo de fome todas as noites... Infelizmente, minha balança ainda não chegou, então nem sei se tive resultados positivos. Hoje vou tomar um chá para gripe, acho que estou ficando doente (para variar um pouquinho, né?)
Eu só estou cansada de ser gorda, cansada dessas estrias e das celulites que me assombram. Cansada de ser eu mesma...


sábado, 16 de agosto de 2014

Motivada ao extremo :)

Bom dia meninas!! Como vocês estão?
Nos últimos dias tenho me controlado extremamente bem. Cortei: doces, chocolates, salgados, arroz, feijão, refrigerantes... Enfim, cortei quase todo o glúten da minha vida. Consegui enfiar na cabeça a minha meta e todos os dias entro no blog para ver as postagens de vocês. Está realmente funcionando. Não quero mais comer e amo passar fome. Meu almoço não está passando de 200 calorias e eu só como isso no dia.
Mas, para poder realizar toda essa proeza tive que pegar no ponto fraco da minha mãe: o fato de ela ter se casado com 12 kilos a menos de sua altura (ela tem 1,65 m e pesava 53 kilos). Por que não pensei nisso antes? Ela ficou sem resposta e concordou com o regime. :D
Ahh! Tambem convenci meus pais a comprar uma balança! #muitofeliz. Ela mede gordura e taxa de agua. Deve chegar na próxima semana. Vou poder me pesar sempre!! :)

Meu almoço de hoje:
1 pepino cru sem casca - 5 calorias (gente, agora só vou viver de pepino rsrsrs)
1 tomate - 20 calorias
1 alcatra frita - 117.5 calorias

Total de 142.5 calorias. 

Sei que devo hoje vou comer algo a mais, pois vou sair com uns amigos. Mas não vou passar das 200 calorias. Isso eu prometo a mim mesma!

Acho que é isso por hoje... até mais moças! Beijo 

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Here we go again...

Minha mãe percebeu minha tristeza (obviamente) e está me entupindo de uns remédios caseiros anti-depressivos e que combatem o stress. Ainda bem eles parecem estar fazendo efeito, meus pensamentos estão mais fixos e voltados à realidade.
Fica meio difícil postar durante às aulas, mas de vez em quando irei fazê-lo..
Hoje bebi nescau com um copo de leite desnatado, e no almoço comi strogonoff de frango e 3 colheres de sopa de arroz. ARGHHH!!!! 750 calorias (fazendo uns cálculos bem chutados). Anta, anta, anta! Deveria ter vomitado, ou sei lá... Fica ainda mais difícil fazer regime durante as aulas... Preciso bolar algo, e rápido!!
Aceito ideias meninas, por favor...


"Cresci achando que a vida seria boa; que as dificuldades seriam passadas para trás com facilidade. Vejo que o mundo não é tão legal. Noventa por cento da vida são momentos ruins e os outros dez são legais, porém não duram como as tristezas. Dizem que o sofrimento é "bom" e com ele crescemos e aprendemos. Quem inventou isso queria sacanear alguém, dar esperanças em algo que não existe. (...)" (Anorexia - diário de uma adolescente, Dominique Brande)




quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Derrotada

É assim que me sinto... uma derrotada.
Peço mil perdões a vocês pelo sumiço. Acontece que voltei às aulas e minha escola é em período integral pois faço terceiro ano médio mais tecnico, o que torna minha vida muito complicada (estou com uns probleminhas de nota e com o tcc), além disso, meu namorado e eu discutimos muito nesses dias que passei fora. Aff.. Cansada, nervosa, triste e com uma depressão horrível e permanente, vocês imaginam o que aconteceu, né? Não emagreci nada! Pelo contrario, engordei um kilo... argh! I'm stupid bitch! Não comi muito, mas confesso que fiz uma panela de brigadeiro nessa intenção. Ainda bem que aqui em casa todos são formigas, assim não sobrou muito para mim... Nas ultimas semanas, fiz da vida de todos um inferno, inclusive minha vida virou um inferno... Hoje até que a situação esta boa, por mais ruim que esteja...
Enfim, puni meu braço loucamente por tudo isso e agora tenho que escondê-lo dos meus pais.  Estou cansada da minha vida inútil... Mas, hoje no ônibus vi uma moça com muitos, mas muitos e muitos cortes nos braços... Isso me fez lembrar de tudo, me fez lembrar da verdadeira Luana, aquela que não se esconde de todos atras de moletons e que vai fundo em seus objetivos até sua última gota de sangue ser sugada de seu proprio corpo. 
Nesses dias, o aperto no meu peito foi tão grande que pensei em me jogar do topo de um prédio. O que me ligava à realidade foi um fiozinho de esperança de que um dia eu ia ser normal. Confesso à vocês, por detrás de uma garota com um sorriso no rosto e um olhar aparentemente simpatico, existe em mim uma sombra, uma tormenta... Me odeio... eu simplesmente me odeio... 
Não irei prometer o que nao posso cumprir, me desculpem. Acho que o que muitas de vocês realmente querem é ter alguem ao seu lado para ajudar a emagrecer. Isso eu não posso prometer, por mais que a anorexia e a bulimia me consumam cada vez mais. Eu torço por vocês meninas, vocês sim, são incríveis! Minha maior vontade era poder ter com quem compartilhar minha escuridão, meu eu verdadeiro. Odeio fingir ser a engraçadinha estudiosa. 
Não consigo mais rir, mais respeitar, mais viver...

E o pior de tudo: eu nem sei o por quê de tudo isso e de toda essa minha revolta. Acho que tudo o que eu mais queria era ser aceita como eu sou e que as pessoas dessem atenção ao meu lado mais negro. Ou não, quero me matar mesmo! Se me descobrirem de verdade me internam...


[rsf9ajnXqqf3wvrwRMYq8lRAo1_400_large.jpg]

domingo, 13 de julho de 2014

Jogo de cintura

Olá moças!! Tudo bem, vou começar...
Na semana que se passou, uma pressão fortissima foi exercida sobre mim: meus pais. Depois de perder cinco kilos num estalar de dedos e de me pesar ao lado de minha mãe, é lógico que ela dalou com meu pai e eles começaram a falar, falar, falar, falar.....
Como já passei por isso mais vezes, na hora eu sabia que só deveria escutar e depois, por minhas manguinhas em ação. Nessa semana não pude continuar a ABC bostas, mas tambem não pus tudo a perder. Em todos os dias, tomei um copo de leite desnatado e jantei arroz e feijão. Deve ter dado umas 600 calorias diarias. Nada muito bom e nada muito ruim. Fazer o que? Poderia ser pior... 
Mas, mas, mas... Acabou a brincadeira. Tenho que aproveitar essas duas semanas para emagrecer, porque depois começam as aulas e tudo fica mais difícil (tenho aula em periodo integral, entao tenho de levar marmita. Tento vomitar, mas em banheiro publico é bem mais complicado).
Vou me manter nas 300 calorias diarias e irei comer perto dos meus pais, assim eles me veem comendo e param de me encher. 
Ja disse que o meu problema se concentra na bunda? Cintura fina e bunda grande. Blargh. Minhas calças e saias estão no manequim 44. Melhor, estavam! Hoje experimentei uma saia 42 e ela serviu e ficou meio larguinha! :) :) Feliz!
Rumo aos meus ossinhos!!! Quero ver minhas costelas e minhas ancas aparecerem!!
Beijos e até mais....

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Menos 5 kilos - ABC dia 7

Voltando do meu oftalmologista, minha mãe e eu passamos em frente a uma farmácia. Começou o dilema: pesar ou não pesar com minha mãe por perto?
Enfim, me pesei... Emagreci 5 kilos!! Cheguei aos 73kg!!! I'm Very Happy!!! :)
Pude me lembrar de como vale a pena lutarmos pelos nossos objetivos! 
Por outro lado... Eu sabia que não deveria me pesar com minha mãe por perto. Ela começou com ladainhas de que eu devo comer direito, de tres em tres horas, frutas, cereais, que arroz e feijao nao engordam, que iogurte faz bem, meio paozinho frances nao faz mal, etc, etc, etc... Ela quer que eu vire o que? Um balão?? Ela mesma diz que eu devo controlar a minha alimentaçao e agora vem me dizer que devo comer tudo o que está na minha frente?? Santa Paciencia!! Ela agora esta emburrada comigo, porque falei que eu gosto de comer só o que eu como e que não sinto fome. Argh, me poupe vai? Povo que não fica feliz com nada, se engordo 5 kilos de uma vez é porque vou ficar obesa, se emagreço de uma vez é porque estou doente. Então, me deixem ser uma doente feliz, merda!
Hoje tomei meio copo de leite desnatado e salada de alface e um bife. Total de 306.3 calorias, aproximadamente. Vou me levando...


[b122759380.jpg]

sábado, 5 de julho de 2014

Minha reflexão diária

Lá lá lá.... sou uma puta gorda!!!
Argh, odeio minha vida, odeio meu corpo, odeio tudo em mim!! EU ME ODEIO!!!
Sou uma idiota, sabia que eu ia comer, sabia! Preciso dar um jeito nos meus finais de semana, porque se eu continuar assim, serei sempre uma gorda inutil.
Tres paezinhos de queijo no meu estomago, strogonoff de frango e um copo de leite desnatado. Dá ate preguiça de fazer conta de quantas calorias foram nesse dia. 
Vontade de morrer...
Amanha sera outra bomba calorica na minha vida! Odeio sabados, odeio domingos...
Acho que uns primos virao na segunda, vou tentar um NF. Amanha tento seguir no meu sexto e horrivel dia de dieta.

Quinto dia da ABC e eu falo: Cocada!!

Assinei o termo de idiota ontem à noite, estava tudo indo perfeitamente bem: leite desnatado (70 calorias), janta (vomitei todinha) e depois.... minha mae me aparece com cocadas caseiras... sou uma ANTA! La vai a gorda comer dois pedaços (aproximadamente 3x4 cm cada um). Pior: não deu para vomitar pois o bendito banheiro estava ocupado e, como moro em apartamento, não consigo a proeza de vomitar em sacolinhas e jogar no lixo da rua sem passar pela barreira chamada MÃE.
ODEIO MINHA VIDA!!
SOU UMA BALEIA!!
Os apelidos que me davam acertam em tudo mesmo! Bosta...
Ok, vamos ao dia de hoje... putz, de boa, tenho até medo de hoje, são 100 calorias e talvez eu vá me encontrar com meu namorado e ele gosta de me fazer comer besteiras, tomar sorvetes... calorias e mais calorias!! Preciso me controlar ao maximo, mas acho que irei extrapolar de novo... Caralho, eu não presto para merda nenhuma...
Mais tarde as notifico de como me saí...
Alem disso tudo tenho feito abdominais e alongamentos. Estou quase conseguindo abrir espacate novamente. Minha perna esta doloriiida, mas tudo bem. Não se atinge objetivos sem lutas...
Ainda bem que minha mãe tem plena consciencia de que sou gora... É... ela mesma me lembra toda vez que como algo doce, exemplo: cocadas. 
Ela é um dos proncipais motivos por eu ter iniciado os transtornos alimentares desde cedo. Aos nove anos ela me levou à um medica que fez um escandalo por causa do meu peso, falou que eu ia ficar obesa... coisas assim e detalhe: ela era gorda. A suja falando da mal lavada. Enfim, é logico que minha mãe acatou os conselhos dela e começou a me exigir dietas. A primeira dieta que eu fiz foi a da USP. Para o espanto de minha mae, emagreci 10 kilos em 2 semanas. MAS, como toda vaca gorda, eu engordei tudo de novo. E essa vem sendo minha vida: dieta, gorda, dieta, gorda.... efeito sanfona maldito!!
Meninas, me desculpem  pelo post desconexo, mas precisava desabafar sobre minha vidinha inutil!
Bem, é isso...


Beijo


Alexandra Daddario *-*