domingo, 30 de novembro de 2014

Sob pressão...


- Se você não comer, vamos te levar ao hospital e dizer que você tem anorexia!

O momento mais marcante da minha vida foi esse. Horas após minha última postagem, meus pais sentaram comigo e proferiram essas palavras olhando no fundo dos meus olhos e pausadamente, como se eu fosse realmente uma doente mental. Nessa semana que se passou, celular e tablet foram proibidos (não sei porque, mas talvez eles desconfiaram de algo). Então eu pensei (e estava certa) que comendo por uma semana, eles esqueceriam. E esqueceram. Mas agora EU estou desesperada! Quem me conhece sabe que eu não tenho medo da balança, enfrento-a cara a cara. Só que agora eu não tenho coragem de subir nela. Devo ter engordado uns três kilos, afinal, comer arroz, feijão e doce todos os dias faz engordar sim! Eu tenho plena confiança e certeza de que engordei. Estou mal... muito mal... Essa semana será como nos velhos tempos. E no final eu me peso para ver o estrago...


Responderei aos comentários depois da Fuvest e irei passar no blog de todas ainda hoje. Minhas aulas acabaram! Finalmente! Tirei 9 no Tcc e terminei o ano sem recuperação!! Nessa semana revisei um ano inteiro se fisica, mas a confiança de uma boa nota hoje passa longe de mim. Deixei geografia e história muito a desejar... Mas é a vida, vou levando...

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Ossos inexistentes, desmaios cessados e feriado adorado!

Eu gostaria de poder dizer-lhes que milagrosamente perdi 2 kilos em quatro dias, mas esse acontecimento ainda não ocorreu. Então, contento-me em dizer-lhes que só perdi 500 gramas. Estou com 61,1 kilos. Mas já é alguma coisa, pois nesses dias eu comi e vomitei umas 200 vezes. Senti-me uma porca.

Depois de cair na frente da minha mãe, fui forçada a almoçar e jantar com eles nesses 3 ultimos dias. Hoje, me liberto dessa prisão. Voltei aos meus hábitos rotineiros, pois domingo é aniversário da mamis e eu farei uma torta de limão para ela. Provavelmente irei comer e vomitar, como sempre.

Quero agradecer-lhes pela preocupação! Amo vocês meus amigos e amigas! Também gostaria de fazer uma promessa a vocês. Se eu passar mais de dois meses sem postar algo, ou me internaram ou aconteceu algo pior (ou melhor), sei lá.

Minhas cintas modeladoras estão grandes para mim. Passei todas para mamãe. Meu uniforme da escola parece roupa de astronauta rsrs camisas largas e calça nada justa. Preciso me lembrar de só usar roupas largas, pois na segunda feira minha mãe disse que estou emagrecendo rapido demais (brincou, né?) e que ela estava reparando meus ossos com meu pai. Na boa, fui para o espelho e... cadê meus ossos? Que exagero!

Semana que vem é minha ultima semana de aula! Nem acredito que esses ultimos dias chegaram! E seja bem vindo, senhor feriado! 

sábado, 15 de novembro de 2014

Eis aqui uma postagem desconexa...

Subir e descer nove andares por dia deu resultados. Cheguei aos 61,6 kilos. Estou amando a vida de vegetariana, mas esses são momentos finais na vida mansa. Está chegando a hora de ser mais determinada, né? Quero aproveitar essas férias para emagrecer pelo menos uns dez kilos. Minha meta é acordar todos os dias às seis da manhã e dar voltas nos quarteiroes correndo, já que eu detesto correr na academia. Além de ficar confinada em um só lugar, os outros ficam te olhando e pensando: lá vem a gorda que quer emagrecer. Depois da prova da Fuvest vou começar a dieta da usp à risca (só me recuso a comer cenoura. Odeio cenoura). 

Ontem assisti o filme Pelo amor a Nancy. Voces ja assistiram? É sobre anorexia e mostra bem todo o drama da doença. Tem legendado (em espanhol) no You tube.

E finalmente meu TCC foi terminado! Segunda entregaremos o relatorio e daqui a duas semanas será a apresentação. Ja passei por tanta coisa nessa vida que nem fico mais nervosa antes desses momentos.

Continuo tendo meus apagões. Caí na aula de educação fisica e não foi nada legal. Alem dos labios cortados agora tenho um galo na testa. Mesmo assim, estou de NF hoje. Não como nada desde ontem às 22h (no momento são 17h30). Pretendo continuar até quando der...

Ontem minha mãe fez bolinho de espinafre. Tive que comer alguns, pensando em vomitá-los. Não o fiz pois meu pai entrou no banheiro para tomar banho. Na hora desesperei e tomei laxante, mas nem dor de barriga eu tive. Pela primeira vez os laxantes não funcionaram. Felizmente emagreci 300 gramas de ontem para hoje. Isso eu considero um milagre!


quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Acontecimentos ruins

62,1 kilos

Hoje ingeri 431 calorias aproximadamente. Forcei-me a comer justamente pelo fato de que me sinto fraca.

De ontem a noite até agora eu apaguei umas 15 vezes.
Por exemplo, fui levantar da privada e quando fiquei em pé, minha visão escureceu e eu caí. Teria me mahucado se não tivesse me segurado na pia. Então levantei de novo e tudo se escureceu novamente. Segurei nas paredes. Então minhas orelhas foram se esquentando, esquentando, esquentando, até minha cabeça pegar fogo. Quando minha visão clareou tudo voltou ao normal.
Almoçando e assistindo chaves, de novo. De repente não via mais nada. No metro, a mesma coisa. Escuridão, seguida de tontura e orelhas ficando quentes. Tenho que andar segurando em algo, se não eu levo um tombo. Igual ontem à noite: caí no meu quarto e bati a boca na quina da cama. Cortou bastante a parte de dentro do labio superior e sangrou muito, mas não avisei meus pais e estou passando pomada.
Além disso, estou tendo muito frio. Chega ao ponto de estremecer o corpo. Nesse calor!
Dores de cabeça constantes, fome, dor nos olhos, estomago enjoado e braços fracos estão me fazendo sofrer.

Além disso, tem um sorvete no congelador que me chama, chama, chama... Pena que não posso atendê-lo.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Brigadeiro prestígio - capítulo final

Ontem à noite tive uma pequena discussão com minha mãe por causa dos brigadeiros prestígio. Foi algo do tipo:

- Por que você não comeu os brigadeiros, Luana?
- Mas eu comi, peguei um monte - caramba, seis brigadeiros em dois dias foi uma quantidade enorme!!
- Comeu nada!! Por que vocês me pedem para fazer brigadeiro se você não come??- detalhe, foi meu irmão que pediu!
- AH! Fico bem se vocês comerem! 

Erro fatal!! "Fico bem se vocês comerem! ". Nunca, nunca, nunca digam algo do tipo!!! Esse diálogo foi aproximadamente às 20h. Minha mãe ficou matutando nas minhas palavras. Então antes de dormir, às 00h, ela recomeça:

- Então, você quer ser maldosa né? Enquanto a gente engorda, você só fica olhando!! - Oi?? Mãe?? - Ser forte é só ficar olhando os outros comerem??? - Talvez, isso seria masoquismo, mas eu creio ser masoquista.
- Nunca disse isso! Eu só não vejo a necessidade de comer tantos!
- Você nem bebe mais leite antes de sair para a escola! Quer ficar doente, quer?? Não arranje mais nada para a minha cabeça, garota!!
- Não estou arranjand...
- Não começa com suas nóias! Onde já se viu? Não come nada!

Nada a declarar... Finalmente, os brigadeiros prestígio com granulado acabaram. #adeustentação


Mas... Trago boas notícias!! 
Após um um NF bem sucedido, comecei às 19h30 de domingo e terminei ontem às 18h, cheguei aos 62, 3 kilos!!
Hoje comi alguns pedaços de manga de manhã e meio copo de leite desnatado (para minha mãe ver que estou comendo) e vou almoçar 2 folhas de alface, um pouco de pepino com tomate, um tiquinho de berinjela e beterraba e meia lata de atum solido daqui a uma hora. Depois, chega! 330 calorias por hoje...  Estourei minha cota diária!

Preciso confessar uma coisa. Há duas semanas estou viciada em anotar receitas, principalmente de sobremesas. Já tenho até dois cadernos de 200 páginas, um para salgados e o outro para doces. O mais doido: me imagino comendo cada uma delas e depois a vontade de comer besteiras vai embora. Sou meio doida, né?  Bizarro...


O amor é cego - Um dos filmes mais motivadores para mim hahaha

domingo, 9 de novembro de 2014

Manifestando o meu ódio (puro amor) por brigadeiro

Boa noite minhas thinspos!! Morro de saudades de voces hahaha

A primeira prova do enem estava praticamente desastrosa, caguei nas calças legal. Em compensação, hoje foi mais suave. Gostei do tema da redação, era simples e dava grande liberdade de expressão. Mas não verei meus acertos por dois motivos. O primeiro e mais importante: pura preguiça. Sim é mó rolê ficar olhando gabarito e tals. O segundo: tenho medo do que verei... Estou exausta, acabada. Ficar 5 horas e 15 minutos fazendo prova é dureza. 

EU PRECISO DA AJUDA DE VOCÊS! URGENTEMENTE! 

Alguma alma linda tem ideia do que fazer para vomitar brigadeiro?? Ahhhhhhhhhhhh é uma bosta! Hahaha 
Minha mamis fez brigadeiro prestigio, lógico que eu nao resisti. Foram tres ontem, tres hoje e não irei mais comer, mas eu preciso saber como se vomita esse troço. Ele gruda na parede do estomago e nem com sabão sai (vai por mim). Fiz de tudo: bebi tres litros de agua, molhei meu dedo com sabão, pasta de dente na garganta... bebi até azeite. Chegou uma hora que saía agua do meu nariz, mas não saiu o brigadeiro. Que droga!

Mas felizmente, ou infelizmente, eu emagreci 200 gramas. É uma merdinha, mas é alguma coisa...

NF urgente! Comecei as 19h30! Quero ir até umas 13h de amanhã, quando vou comer meu pequeno almoço...

Voltando para minha vidinha pacata e cheia de provas...

Beijos, minhas manas *-*

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Um pequeno livro...

No último post a Any Portilla pediu para que eu fizesse um post relatando como foi meu processo de emagrecimento, então esta publicação será dividida em:

-semana
-minha história


Semana

Essa semana foi dureza. Ai minha cabeça... Foram provas e mais provas: segunda três provas, terça duas provas, quarta duas provas e hoje mais duas provas (todas com duração de três horas cada). Amanha não terei prova porque tenho prova sábado e domingo (ENEM), então a escola deu uma folga para os terceiros anos... (folga? o que é isso?). Hoje quase pari um filho inexistente na prova de química, estava passando tudo a limpo nos dois minutos finais. Ô vida...

Não me preocupei muito com a balança nos últimos três dias, pois quando estou em semana de avaliações gosto de evitar de pensar nisso. Mas notei uma coisa: pela primeira vez não emagreci e nem engordei um grama sequer. Fiquei com os benditos 63,2 kilos. Estou triste, queria ter emagrecido pelo menos uns 100 gramas. Mas ok, fazer o que né? 
Hoje almocei muita salada, duas colheres de berinjela cozida e duas asinhas (sem paciência para contar calorias no momento). Vou parar por aí na comilança. Mas vou fazer meu amigo de todas as horas, minha bebida 0 calorias favorita nesse mundo: meu chá verde!

Com a chegada das férias vou me exercitar mais e tentar caminhar todos os dias. Estou pensando seriamente em fazer a dieta da USP. Quero bater minha segunda meta (57 kilos) antes de 2015. Entrar no ano novo com um novo corpo e ter a liberdade de comer e vomitar as sobremesas da virada sem culpa! Hahaha


Minha história

Desde sempre eu tive o desejo de ser magra. Como algumas de vocês sabem, aos nove anos, uma pediatra gorda me chamou  de gorda e eu fiquei com aquele comentário na cabeça. A partir de então comecei a sofrer do chamado efeito sanfona. Eu fazia dietas, emagrecia, relaxava e depois engordava. A partir dos meus dez anos, percebi que podia comer e não engordar com método eficaz: a bulimia. Era um risco? Era, mas por que não tentar? Foi assim até meus doze anos, quando caí na real de que somente vomitar o que eu comia durante o dia inteiro somente segurava o meu peso, mas não emagrecia. Então parei de comer.  Foi aí que descobri esse mundo da blogosfera.
Adiantando a história... Ano passado pensei comigo que era melhor parar com essas doideiras. Achei que eu deveria tentar me curar. Só que a anta aqui, parou com tudo de vez. Os momentos mais gordos da minha vida foram os almoços na escola. Eles vendem um pão de mel que eu achava uma delícia e um donuts que era maravilhoso. Hoje aprendi a detestá-los, mas na época... Eram dois, três em um dia. Eu fiquei muito gorda de vez! Eu me sentia maiorzinha, mas nada exagerado. 
Minha ficha caiu no fim do ano, quando vi quatro meninos da minha sala (sim, são meninos. Crianças de 17 anos) na lousa, de costas para mim e imitando o jeito como minha bunda se mexia quando andava (era tipo a Nicki em Anaconda haha cruzes). Continuaram me imitando enquanto corria, nas aulas de educação física e riam quando eu comia. Hoje eu dou risada, tentando esquecer o quanto chorei. Mas naquela época, eu fiquei arrasada. Quando as férias começaram eu estava determinada a emagrecer, cortei os doces e caminhava uma hora todos os dias. Grande merda, de 84 kilos fui parar em 80 kilos. Mas a semente ficou plantada e criou raízes. Fiquei martelando a ideia de emagrecer de janeiro até junho. 
Então eu pensei: por que não criar um blog? Eu me lembrei do quanto as meninas se ajudavam e emagreciam juntas. Criei e foi a melhor coisa que me aconteceu. Comecei contando calorias. Tentava não passar das 300 calorias diárias. Como não tinha balança, não sei se emagreci nesses dias. Cheguei a iniciar a ABC. Fiz sete dias, mas não consegui continuar. Mas me pesei e já tinha emagrecido 7 kilos com todo o esforço de junho para julho. Nesse meio tempo adquiri um inexplicável nojo de gordos. Foi a partir de então que eu comecei a somente almoçar. Foi uma maneira de não ter compulsões, meu organismo funciona melhor assim. Comecei a dançar zumba por conta própria e a fazer mais alongamentos. Claro que as vezes eu tinha uma recaída, mas não era por causa dessas vezes que eu ia desistir de um sonho antigo. Sempre tive depressão, mas eu sempre comia quando tinha minhas crises. Esse ano, tirei proveito da situação e me privei de comer. Depois, minha mãe deu a ideia de tomar uma xícara de chá verde por dia. Amei a ideia, comecei com uma xícara e hoje é 1,5 litro por dia (acho que minha mãe não imaginou que eu viciaria hahaha). Como ele acelera o metabolismo, acredito que me ajudou a emagrecer. Outro costume que adquiri foi o de dormir muito. Dormindo eu não como, não comendo emagreço. Em meio a tudo isso, acabei com meu namoro. Eu já estava infeliz com o namorado, então estagnei o peso por uma semana. Mas as meninas me deram forças para continuar. Desde então venho vomitando tudo o que como (exceto o pequeno almoço). 
Como provas da minha doença mental, tenho minha tabelinha de metas no blog e impressa na carteira. Na carteira também tenho fotos de thinspos e de pessoas gordas comendo, assim me lembro de que não devo fazê-lo (obcecada assumida)



Felice Fawn 

domingo, 2 de novembro de 2014

Chegar aos 63 kilos... não tem preço

Passando rapidinho para dizer-lhes que minhas semanas de provas finais chegaram. Não sei como será meu tempo, então resolvi postar hoje. Como eu disse, são provas finais!! Adiós ensino medio e ensino tecnico! Olá vida!!!

Alcancei meus 63,2 kilos!! Agora é oficial! Estou mais magra do que quando estava com 14 anos (3 anos atras)! Isso é inacreditável! O melhor de tudo isso: as pessoas estão começando a notar o emagrecimento! Todos dizem coisas do tipo "nossa, como voce emagreceu", "seu pescoço esta fino" ou "cadê seu bundão?" Hahahaha já meus pais estão começando a me achar fina de mais e ficando com corpo feio, já que eles cultivam bundas. Mas eles reclamavam do meu antigo peso, então engulam mais essa....

Só sei de uma coisa: é ótimo sentir resultados de seus esforços e eu digo...

EU QUERO MAIS!!